15 de novembro de 2019
  • 05:36 Golden Goose Men’s Sneakers Sale Business copy Writer – Seduce The legal Right One or Alternatively Else!
  • 03:36 Golden Goose Women’s Sneakers Online Poker: Is Anyone Winning?
  • 11:08 COMO LIDAR COM UM AMBIENTE DE TRABALHO TÓXICO
  • 09:45 KEEPTALENT NO SHARING MY CHANGE EM PORTUGAL
  • 14:55 O PERFIL DO PROFISSIONAL ÁGIL E COMO SER UM DELES

O autoconhecimento já é visto como um diferencial para profissionais e vai se tornar ainda mais relevante de acordo com as tendências que apontam os rumos do futuro do trabalho. Mas conhecer a si mesmo e conseguir identificar as próprias competências e as fragilidades não é uma tarefa fácil. Quando falamos então em uma equipe, com muitas pessoas envolvidas, compreender e explorar os perfis de cada um torna-se um desafio ainda maior.

É preciso analisar e entender como os profissionais se comportam, como sentem e como reagem frente a determinados cenários que surgem no dia a dia das corporações. No caso de um líder, ele precisa fazer essa avaliação do próprio perfil e ainda saber como lidar com os diferentes perfis que estão em seu time.

Para conseguir fazer essa gestão de maneira mais consciente e madura existem ferramentas eficientes para auxiliar nesse processo. Uma delas é o Assessment, que vamos abordar neste artigo. Você vai poder entender o que é o Assessment, em que situações ele pode ser usado e quais os benefícios que traz para os profissionais e para as empresas.

O que é o Assessment?

O Assessment é uma avaliação de potencial, onde por meio de técnicas é possível visualizar, com mais clareza, quais são as competências daquele perfil profissional. O processo ajuda a identificar onde ele pode ser mais exigido, onde estão seus gaps, suas fragilidades, para que ele mesmo e sua liderança consigam administrar isso e obter os melhores resultados.

Primeiro, é feita uma identificação de quais são as competências da empresa, quais as competências específicas daquele cargo e o que a organização espera para essa posição. Além dessas particularidades de cada negócio, a KeepTalent já tem uma lista de 15 competências que costuma avaliar. É feita uma estruturação de caso, onde é possível entender um pouco mais esse profissional no dia a dia.

Na KeepTalent, um Assessment tem a duração média de quatro horas de avaliação com o profissional. São utilizadas ferramentas para avaliar preferência de comportamento; testes psicológicos projetivos, de expressão da pessoa, de personalidade; testes preditivos e ainda ferramentas de inteligência emocional, que mostram como ele consegue gerir as emoções dele e as emoções dos outros, avaliando também adaptabilidade e flexibilidade.

Depois, todo esse material é compilado e o profissional recebe uma devolutiva. Com base nesse retorno, é possível desenvolver as questões do perfil dele, para que esse profissional possa trabalhar suas potencialidades e sua carreira. Todo o foco é por meio da psicologia positiva, ou seja, que não tem a intenção de massacrar o que a pessoa tem de negativo, mas sim ressaltar o seu melhor e potencializar seus resultados.

Um exemplo prático: se a pessoa não é muito eficiente para entregar resultados, mas é muito organizada e com ótimo planejamento, pode-se ajudar a identificar como esse planejamento e organização podem facilitar para que ela consiga então entregar de fato os resultados.

Após a devolutiva para o profissional, é feito também um retorno para a empresa, para que ela possa administrar melhor esse perfil e extrair o que tem de interessante, o que tem de melhor. A KeepTalent e a empresa elaboram juntas um PDI (Plano de Desenvolvimento Individual), baseado nas competências onde ele tem o menor desempenho e o que é possível desenvolver para potencializar os resultados naquela área. A partir disso, a empresa busca ferramentas para alavancar o potencial do profissional, que pode ser com processos de coaching, com treinamentos, ou outras técnicas, e faz o acompanhamento desse PDI.

Em que situações é usado?

É muito raro que um Assessment completo seja feito por iniciativa exclusiva de um profissional. Geralmente, são as empresas que procuram esse tipo de trabalho que pode ser aplicado em diversas situações. E o Assessment acaba sendo um verdadeiro presente para a carreira dos profissionais que passam pelo processo.

1- Em processos de seleção

O Assessment é uma ferramenta importante nos processos de seleção, principalmente em posições executivas, quando em geral, todos são muito bons, já estão em alguma empresa, e a escolha acaba sendo extremamente cirúrgica, com base nos detalhes. Às vezes, existem candidatos que se parecem, mas quando é utilizada uma ferramenta de Assessment, consegue-se olhar personalidade, tendência comportamental e inteligência emocional. É possível perceber como eles administram o perfil deles de maneira distinta e como isso faz a diferença no dia a dia de trabalho.

Podem existir, por exemplo, dois gestores igualmente comunicativos e influentes, mas um deles gerencia mais as pessoas pela empatia e o outro é envolvente porque precisa de holofotes, de exposição. É um detalhe que numa avaliação mais geral não pode ser vista, mas que é detectada em um Assessment, e que pode ser determinante na tomada de decisão por um candidato.

O Assessment completo, como é feito na KeepTalent, permite olhar o profissional de maneira mais integrada. Observa-se o comportamento, que é a preferência dele no dia a dia se comportar assim, as questões de personalidade e também como esse profissional faz a gestão emocional dele e dos outros. Com essa visão mais ampla, é possível ter uma maior assertividade no processo de seleção.

2- Em análise de times

A análise dos integrantes de um time pode ser necessária para descobrir como aqueles profissionais podem oferecer melhores resultados e também em processos de transição e sucessão.

Quando é feito o Assessment consegue-se ver o detalhe da competência. Pode-se verificar, por exemplo, se existem gerentes que têm potencial para virar diretores, o que é preciso desenvolver em cada um para assumir essa posição e como posso trabalhar isso de maneira mais rápida.

Se a pessoa não tem potencial para se tornar diretor naquele momento, é possível avaliar se pode ir para uma outra posição lateral, ou se pode receber mais projetos. Ou então, se pode desenvolver determinadas competências para chegar até aquela posição.

Com o processo, a empresa consegue ter mais clareza o quanto aquele profissional vai desenvolver, o tempo que vai levar para isso, e se a organização pode esperar para ter esse resultado. Às vezes, a empresa não tem esse tempo para esperar e a melhor solução é mesmo realocar.

Quais os benefícios?

O Assessment traz um olhar mais claro do perfil do profissional e do time. Com isso, o líder tem a possibilidade de delegar a atividade e o projeto para a pessoa certa e também fazer o acompanhamento dos gaps de maneira mais madura. A partir do momento que o profissional se conhece e o gestor conhece o perfil dele, detalhes da comunicação, do ritmo, de como gerir, desenvolver e engajar, conformidade, liderança, foco, visão sistêmica, quais entregáveis esperar, começam a ficar mais claros e mais estruturados.

Assim, o líder não fica mais em dúvida se aquela pessoa vai entregar ou não. Ele já sabe, por exemplo, que se aquele profissional precisa de uma data clara, então, quando for dar o comando da ação, já deixa bem evidente o dia e hora que precisa receber o material. Por outro lado, para um profissional extremamente organizado, o líder pode ficar atento a ritmo e dinâmica, ao invés de se preocupar com um follow up, por exemplo.

Ao contratar um Assessment, a empresa mostra que está preocupada com o desenvolvimento do profissional e que quer contribuir para que a pessoa se conheça melhor, desenvolva seu perfil e se transforme em gestora da própria carreira.

Ao se conhecer, o profissional começa a minimizar seus erros e fragilidades, pode encontrar outras maneiras de trabalhar isso, e passa a transformar suas ações, e consequentemente, contribuir melhor para o resultado da empresa.

Quer saber mais sobre como é feito o Assessment na KeepTalent? Acesse e entre em contato com a gente.

Paulo Sérgio de Souza CorrêaPaulo Sérgio de Souza Corrêa

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT