17 de outubro de 2018
  • 16:16 Esqueça tudo o que já leu sobre diversidade!
  • 09:15 Outplacement: uma escolha positiva para empresas e profissionais
  • 10:05 Conheça o projeto mini gentilezas!
  • 09:36 A importância da diversidade nas organizações
  • 17:34 O mercado de trabalho e os profissionais na maturidade

No dia 1º de maio, comemora-se o Dia Internacional dos Trabalhadores. É uma data histórica, que remete à luta por direitos, por igualdade e condições melhores de trabalho. Dois séculos se passaram desde os acontecimentos que originaram a data. Os direitos trabalhistas estão adquiridos e são inexoráveis. As relações trabalhistas foram reconfiguradas e as necessidades, de trabalhadores e empresas, são outras.

Em janeiro deste ano, um catarinense se tornou destaque mundial ao entrar para o Guinness Book por ser o funcionário com o maior tempo de atuação em uma mesma empresa. Walter Orthmann completou 96 anos de idade e há 80 anos trabalha na mesma empresa, em Brusque. Começou aos 15 anos, passou por diversos cargos, progrediu, conheceu o Brasil como representante comercial e hoje é gerente de vendas.

A fórmula do catarinense para a longevidade é inspirar profundamente ao acordar, encher o peito de ar, tomar um copo de água com limão em jejum e beber dois litros de água por dia. No trabalho, para manter a disposição e a dedicação, é uma só: gostar do que faz.

Desenvolver nos trabalhadores o engajamento e a motivação de modo a torná-los protagonistas do desenvolvimento coorporativo, atentando para as individualidades e respeitando as particularidades de cada um é, atualmente, o maior desafio da área de Gestão de Pessoas. O tema movimenta especialistas da área em congressos e palestras e tem sido cada vez mais essencial quando se pensa no bem-estar dos trabalhadores ou se versa sobrea ampliação de benefícios.

O engajamento ocorre de forma natural nas empresas quando os colaboradores veem um propósito em suas ações. O maior desafio dos gestores de RH é estabelecer uma relação entre o que o colaborador faz e a finalidade do que ele faz. O trabalho, para o colaborador, precisa fazer sentido. Não é apenas uma troca por remuneração.

O segredo para que o engajamento dos colaboradores se torne intrínseco à organização. Os gestores de RH precisam liderar o desenvolvimento de uma cultura de propósito, com a qual o colaborador se identifique a partir do esclarecimento de questões como qual é a razão de existência da empresa, por que ela produz este produto ou serviço, quais impactos e benefícios ela traz para a comunidade ao seu redor, entre outros.

O engajamento e a motivação dos profissionais também serão temas presentes no 28º Concarh (Congresso Catarinense de Gestão de Pessoas), que ocorre em 5 e 6 de julho, no Centrosul, em Florianópolis. Palestrantes renomados, consultores e profissionais especialistas em Gestão de Pessoas revelarão os segredos por trás de histórias de motivação como a do catarinense Walter Orthmann, para que elas possam ser multiplicadas pelo país.

Paulo Sérgio de Souza Corrêa – Presidente da ABRH/SC (Associação Brasileira de Recursos Humanos Seccional Santa Catarina)

Paulo Sérgio de Souza Corrêa

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT