23 de Maio de 2018
  • 14:17 Revolução digital e a nova era do trabalho
  • 14:36 4 impactos financeiros que erros de contratação podem trazer para as empresas
  • 11:21 Apagão de Talentos
  • 11:19 Empresas abrem temporada de contratações
  • 11:17 Não negligencie a força dos cabelos brancos

Três características são fundamentais para os profissionais do futuro e devem ser percebidas no início da vida profissional, para que tendência de sucesso seja maior: escolha uma profissão que o faz feliz, seja engajado com um propósito claro e se mantenha em constante aprendizado.

Nesses últimos anos, novas profissões estão surgindo em todo o mundo. Aqui no Brasil não é diferente. A Revolução Digital colocou à disposição ferramentas de comunicação que nos deram condições de mudar a forma como interagimos e como consumimos produtos e serviços.

Facebook, LinkedIn, Uber, Airbnb e o WhatsApp, por exemplo, diminuíram barreiras, encurtaram distâncias e chegaram, também, ao mundo coorporativo. Indústria 4.0, tecnologias agregadas, inteligência artificial, impressoras 3D e carros autômatos são algumas das novas tecnologias que mudaram as necessidades das empresas.

Ao mesmo tempo em que supriram demandas antigas, trouxeram outras, sobretudo relacionadas às competências necessárias aos novos profissionais, que precisam estar em constante evolução. Domínio e habilidade com as novas tecnologias aliados à criatividade, à capacidade de se relacionar, de negociar e a competências sócio emocionais como empatia, resiliência e resolução de conflitos são diferenciais importantes no momento da contratação.

Os novos profissionais têm em comum a curiosidade e o aprendizado constante. E buscam mais do que um emprego que lhes renda um salário ao final do mês. Querem, também, uma conexão entre as atividades funcionais que desenvolvem diariamente e seus propósitos pessoais.

Mais do que captar, recrutar e reter os profissionais, a área de Gestão de Pessoas têm um papel determinante no desenvolvimento das pessoas para as novas necessidades das organizações. Utilizar ferramentas como o People Analytics e Social Media são apenas algumas das alternativas disponíveis. Nas empresas, deve assumir o seu papel como influenciadora dessa transformação, promovendo debates sobre a nova era, treinamentos e desenvolvimento de novas competências e oferecendo aos colaboradores novas formas de remuneração e reconhecimento.

O protagonismo dos profissionais de Gestão de Pessoas para a transformação das pessoas será o foco dos debates promovidos durante o 28º Concarh – Congresso Catarinense de Gestão de Pessoas, que ocorrerá dias 5 e 6 de julho, no Centrosul, em Florianópolis. Com o tema Influenciadores da Transformação, a programação de debates e palestras prevista para os dois dias dará aos congressistas ferramentas para que eles possam contribuir de forma decisiva com a construção de uma nova era nas empresas em que atuam.

O Concarh é realizado pela ABRH/SC – Associação Brasileira de Recursos Humanos Seccional Santa Catarina. As inscrições estão abertas e podem ser realizadas pelo site www.concarh.com.br.

Paulo Sérgio de Souza Corrêa – Presidente da ABRH/SC (Associação Brasileira de Recursos Humanos Seccional Santa Catarina)

Paulo Sérgio de Souza Corrêa

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT